COMO REAPROVEITAR O MATERIAL ESCOLAR E ECONOMIZAR NO ORÇAMENTO

De volta à escola... é hora de analisar a nova lista. É fato de que não se consegue escapar de livros ou outros itens indicados pela escola, mas antes de partir para as compras, evite gastos desnecessários - reavalie a lista de material e descubra que do material que sobrou do ano anterior, como cadernos, agendas, lápis de cor, canetinhas, e até uniformes, até 40% pode ser aproveitado!

Segue algumas dicas práticas pra ajudar você nessa tarefa:

Cadernos:
Os cadernos do ano letivo passado, em espiral ou capa dura, que sobrarem muitas folhas em branco podem ser desmontados, remontados e reutilizados.

  • Dos cadernos em espiral, destaque as folhas preenchidas com as anotações do ano anterior, recorte as rebarbas do espiral, arquive em uma pasta, ou agrupe-as com um grampo de pasta suspensa... e identificados com uma capa ou envelope.
  • Se o número de folhas em branco de cada caderno é pequeno, nesse caso podem ser destacadas e encadernadas com capa plástica e espiral. Personalize a capa com papel contact, adesivos, figuras, etc.
  • Se as capas dos cadernos estiverem rabiscadas, necessitam de uma cara nova, pode ser encapada, personalizada com papel contact, usando adesivos, figuras de revistas, fotografias da família, dos amigos, etc. Muitos cadernos já possuem uma página inteira de pequenos adesivos que podem ser destacados.
  • Se na parte interna da capa também está sujo, rabiscado, aplique uma figurinha ou forre-a também com o papel contact colorido.
  • Se não tiver folhas suficientes para um novo caderno, faça um bloquinho. Arranque as que sobraram, fure-as e utilize um espiral.
  • As folhas em branco dos cadernos de capa dura também podem ser retiradas, refiladas e encadernadas em espiral. Para uma nova capa use um trabalho de artes da criança, uma foto com amiguinhos, da família, etc.
  • As pastas e os fichários também podem ganhar cara nova com adesivos e reaproveitar as folhas em brancos e as divisórias coloridas...

Lápis de escrever:

  • Podem ser apontados e higienizados com álcool comum ou em gel.
  • E aquele lápis quase inteirinho, porém descascado, para cobrir o dano, pode ser personalizado, no caso das meninas, com uma fita de cetim e um bonequinho de biscuit ou argila.
  • Para os meninos pode ser coberto com papel contact e depois colar adesivos de carros ou super-heróis, jogadores de futebol, um outro tema que a criança goste, etc.
  • Aquele modelo com borrachinha na ponta... se desgastada, use uma serrinha para recortá-lo. Fica como novo!
  • Ou cubra o local com uma borrachinha daquelas de encaixe ou adereços de massinha que são vendidos para decorar os lápis!

Lápis de cor

  • Verifique se realmente precisa substituir todas cores. Na maioria das vezes somente umas ou duas cores foram gastas e precisam ser repostas. Adquira uma caixa pequena que contenha as cores faltantes.
  • Limpe qualquer sujeirinha, e para evitar que a ponta se quebre deixe-o no congelador por uns 5 minutos antes de apontá-lo!

Giz de cera: 

  • Se o giz está gasto, você pode transformá-lo em um giz menor ao cortar algumas partes, ou até mesmo uni-lo a outros pedaços gastos, usando-o por mais algum tempo.

Borracha:

  • Pode ser lavada com água e detergente ou passar um pano com álcool.
  • Se tiver com a base danificada, passe a borracha levemente em uma lixa de unhas, em movimentos da esquerda para a direita. Vai ganhar um novo aspecto e deixá-la lisa e limpinha.
  • Outra opção e cortar as extremidades irregulares da borracha com um estilete e depois dar uma alisadinha com a lixa.

Régua:

  • Pode também ser lavada com água e detergente.
  • Para cobrir riscos e tirar o aspecto de antigo da régua, cole adesivos divertidos. Alguns cadernos possuem uma página com vários adesivos.
  • Se tiver apenas um cantinho lascado, use a ‘santa lixa d’água’ para alisá-lo!

Apontador:

  • Se ainda tem corte, e de boa qualidade dura bastante, esvazie o reservatório e limpe com álcool.
  • E para uma cara nova cole um pequeno adesivo... melhora o aspecto e resulta em um objeto personalizado.

Tesoura:

  • As que estão sujas com cola podem ser limpas com acetona. Ficam como novas!
  • Se tiver pequenos pontos de ferrugem, passe uma esponja de aço ou a ‘santa lixa d’água!
  • Se ainda tem corte, é de boa qualidade, vale a pena pagar um afiador para amolar.
  • Se não, dobre uma folha de papel alumínio e corte-o umas 10-15 vezes. Vai funcionar muito bem já que é usada apenas para recortar papel.

Estojos de lápis e canetas:

  • Os modelos de lona podem ser lavados, principalmente os de cor escura, que não deixam visíveis as manchas de canetas. A Pasta Mousse de Bicarbonato deixa esse material como novo!
  • Se for de tecido, retire as manchas de caneta: deixe de molho no leite com vinagre!
  • Os de plásticos, silicone ou plástico transparente também podem ser lavados ou higienizados com detergente ou a Pasta Mousse de Bicarbonato, que também vai deixá-los brilhantes!
  • Podem também ganhar roupagem nova com um adesivo, um fuxico, um botão, um chaveirinho ou outro detalhe.

Mochila:

  • Se a mochila de tecido ou nylon sujou ou rasgou, é só lavar e costurar. O ideal é adquirir mochilas fabricadas com materiais duráveis, escuros e neutras, para que a criança não a rejeite no segundo ano... ou seja, um ano ela gosta de um personagem, no outro não.
  • Repaginar as mochilas escolares usando emblemas ou botões, também é uma opção bem econômica.
  • As manchas de canetinha podem ser removidas com removedor de maquiagem versão óleo ou spray de cabelo.  Borrife o produto no pano e passe na mancha.
  • Se lavadas ou limpas com a Pasta Mousse de Bicarbonato, vão ficar novas e sem manchas! Experimente!
  • Dica de ouro: Se a mochila está muito desgastada, não dá pra ser reciclada, deixe para comprar uma nova após a volta às aulas. Os preços serão menores.

Uniforme:

  • O uniforme do ano anterior também pode ser reaproveitado. Se as peças ainda servem, pode ser feito reparos, desencardidos, customizados - calças podem virar bermudas, as camisetas com mangas podem virar regatas.
  • Para clarear as camisetas veja essa dica aqui:

Lancheiras:

  • Lave as de plástico ou lona e remova possíveis odores a Pasta Mousse de Bicarbonato de Sódio.
  • Cubra pequenos arranhões com adesivos coloridos.
  • Troque alças desfiadas por fitas ou cintinhos infantis.

Livros:

  • Os vilões das listas escolares! Algumas escolas organizam feiras de trocas de livros, onde os de bom estado, podem ser trocados quanto vendidos.
  • Na troca ou quando a criança pode aproveita o material do irmão mais velho, primo, etc., e o livro estiver sujo, faça uma limpeza.
  • Se a capa, a contracapa ou a lombada estiverem sujas, umedeça levemente um chumaço de algodão ou pano limpo com álcool comum ou álcool gel e passe com cuidado na sujeira. 
  • Pegue um pedaço de lixa d’água (recomendo a de nº 220), passe nos cantos ou bordas das páginas, ou seja, nas laterais sujas das folhas do livro, o que era velho,volta a ficar novo e branquinho.
  • Se a capa estiver trincada ou levemente rasgada, cubra com uma figura e encape. Na lombada use uma fita adesiva colorida, larga, deixando sobrar pelo menos 1cm de cada lado.
  • Se um livro de capa mole estiver caindo aos pedaços, um tempinho no micro-ondas pode amolecer a cola o suficiente para você recolocar as páginas no lugar.
  • Remova etiquetas ou adesivos que a criança não deseja usando um secador de cabelo na sua configuração mais baixa de calor e passando-o sobre o adesivo até que ele comece a descascar.
  • Para remover a tinta dos comentários deixados na margem do livro, passe uma lixa d’água nº 360 (tem o grão bem fino) suavemente. Não passe com força! Para remover qualquer resíduo da lixa passe uma borracha branca.
  • Se o livro estiver cheirando mal, polvilhe bicarbonato de sódio entre as páginas e deixe-o fechado numa caixa por alguns dias.

Outras sugestões:

Para evitar frustrações e descontentamentos o ideal é conversar com os filhos antes de começar a reciclagem e/ou sair para fazer as compras. Além do trabalho de conscientização, que é o principal canal para uma mudança, vale pedir a escola uma solicitação por escrito aos pais, como por exemplo uma observação na própria lista do ano, para que aproveitem o material e façam a reposição somente do necessário. Isso facilita bastante o processo.

Oficina: Uma proposta bem divertida para um programa de final de férias é reunir amigos e coleguinhas para uma espécie de oficina de reaproveitamento e customização dos materiais escolares. Eles exercitam a criatividade, trocam experiências, aprendem a economizar e a dar valor aos seus objetos e acessórios de uso escolar, sem contar que ensina a criança a gostar e valorizar esse processo de reciclagem.

E, por fim, para economizar na compra de novos materiais escolares: não leve os filhos às compras, para não se deixar levar pelo impulso e pela influência dos pequenos. Crianças costumam escolher “produtos da moda”, que têm os preços mais salgados.

Veja a matéria também no vídeo:
https://www.youtube.com/watch?v=VmA318xH_IQ&feature=em-upload_owner

Clique aqui e CURTA também minha página Dica de Tudo com Zezé de Souza no Facebook!

 

 









Pesquisar Dicas...
Sub-Grupo de Dicas...
 


Goiânia - Goiás    © 2004 - 2012 | Escritora Zezé de Souza
Telefone:   (62) 3259-2298     (62) 9973-0591 Vivo*     (62) 8160-0655 Tim*